GUITARRADA DAS MANAS LANÇA "GUAMAENSE", PRIMEIRO ÁLBUM DA DUPLA



Cupons alternativos

Temos cupons grátis exclusivos para Marketplaces que você pode usar agora mesmo e ganhar até 10% de desconto em qualquer produto ou conforme as regras do site que oferece o cupom.

Selecione uma loja para fazer Compras Online com Cupons:

Cupons Americanas
Cupons Submarino
Cupons Shoptime
Cupons Amazon
Ver todos os cupons




Guamaense (Natura Musical), primeiro álbum do duo paraense Guitarrada das Manas, traz uma sequência de músicas instrumentais e experimentais que caminham entre três vertentes: oitentista, world music e guitarrada paraense. Beá e Renata Beckmann buscaram referências primeiramente nos sons das ruas da periferia de Belém como o tecnomelody, a cumbia, a lambada e a guitarrada, mas em seguida passaram por sonoridades vindas dos sintetizadores da década de 80 e a world music, como Daft Punk e New Order.

Leia também:
Lia de Itamaracá é a ciranda sem fim
Luísa e os Alquimistas esquentam a temperatura da pista com "Jaguatirica Print" 
Fruto de uma parceria com a Natura Musical, Guamaense se destaca na história da música paraense por ser o primeiro disco do gênero com a autoria de mulheres. A guitarrada paraense é marcada por obras de grandes mestres que, inclusive, são grandes referências para a GDM, entretanto era um estilo executado apenas por homens.

Mais do que um disco de apresentação do duo, ele se torna uma frente de representatividade feminina na música paraense: “Somos mulheres carregadas de experiências, com ideias e desejos de fazer música instrumental. Essa é mais uma das frentes que mulheres podem assumir mesmo que sejam questionadas. Estamos em uma resistência feminista, lésbica, periférica, anti-racista e vamos seguir derrubando as portas que tentem fechar sem nem sequer nos ouvir. Temos ideias que merecem ser ouvidas e serão.” defende Renata.

O nome do álbum homenageia o Guamá, bairro que abriga as ruas que ecoam diariamente os sons que inspiraram as músicas do duo. Além de fonte de referências musicais, o bairro foi o local em que começou o processo de construção do disco: “Minha casa no Guamá era onde nos encontrávamos para amadurecer nossas composições durante os dois anos de projeto. Pra mim isso evidencia a importância cultural do bairro para além dos estereótipos de violência”, lembra Beá.

O disco conta com participações de várias cantoras, compositoras e grandes parceiros da GDM, que ajudaram a compor a atmosfera do álbum com suas vivências e trajetórias musicais. A cantora Aíla é uma artista importante na história da banda e emprestou os vocais para “Desapego”, faixa na qual divide a composição da letra e vocais com Anna Suav e Bruna BG, importantes nomes do rap paraense. Ainda em “Desapego”, ouvimos a pegada de bateria característica do músico Arthur Kunz (Strobo).

“Com amor, papai” é uma música cedida pelo mestre da guitarrada e grande referência da GDM, Manoel Cordeiro. “Manoel um dia me enviou uma mensagem perguntando sobre o disco e me dizendo que tinha uma música que queria mostrar, ela inicialmente se chamava “Deixe a Guitarra te Levar”. Recebi o arquivo ouvi, gostei muito e comecei a tirar na guitarra. Quando fomos gravar o disco, trouxemos essa composição foi super gostoso ter no disco a colaboração de alguém que a gente admira tanto e se inspira como instrumentista”, comenta Renata.

A mixagem ficou por conta de Rafaela Prestes (RJ), musicista que já trabalhou com Liniker e os Caramelows, Alice Caymmi, Adriana Calcanhoto entre outros nomes da música brasileira. A masterização é assinada por Fernando Sanchez (SP), a produção musical por Beá e Renata e, por fim, Leo Chermont na coprodução.

Ouça "Guamaense", álbum da Guitarrada das Manas:

  

Quer saber mais sobre o Natura Musical e ficar por dentro do que acontece na música brasileira?
Acesse nosso site: www.natura.com.br/naturamusical
Facebook: @NaturaMusical
Instagram: @naturamusical
Twitter: @naturamusical
Youtube: @naturamusical
⟨ Use a busca para filtrar os melhores resultados ⟩


Postar um comentário

0 Comentários